quarta-feira, 12 de novembro de 2008


A união de queijos com vinhos vem desde os tempos feudais, quando os camponeses eram tão pobres que tinham apenas estes “ingredientes” para animar suas reuniões. Cada um trazia pão, queijo, vinho... E a festa estava feita.

A origem do vinho se confunde com a origem do próprio homem. A história conta que foram encontradas sementes de uva em cavernas do homem primitivo, mas como surgiu o primeiro cacho de uva ninguém sabe contar. O vocábulo vinho é de origem latina, vinu, significa companheiro, amigo.

Saborear bons vinhos causa um imenso prazer, ainda mais se acompanhados de bons queijos. Na verdade, deve-se observar o fato de que o sabor de um vinho não deve interferir no sabor do prato que o acompanha.
Este detalhe facilita a escolha de um bom vinho.
Os queijos que têm um sabor mais pronunciado pedem como acompanhamento um vinho mais forte. Queijos de sabor suave pedem um vinho mais leve, como os vinhos brancos e licorosos.
Para servir vinhos diferentes numa mesma ocasião deve-se seguir o mesmo princípio.
Primeiro os mais suaves, depois os mais encorpados, assim como os mais jovens primeiramente e depois os mais envelhecidos.
A história dos queijos... Em épocas pré-históricas, antes que o homem pudesse ler ou escrever, a história conta que um legendário mercador viajante da Arábia, atravessando uma agreste secção montanhosa da Ásia, já cansado, fez uma pausa para restaurar suas forças e se alimentar. Tinha como alimento tâmaras secas e, dentro de um cantil feito de estomago seco de carneiro, certa quantidade de leite de cabra. Quando ele levou os lábios o cantil para sorver o leite, somente um líquido fino e aquoso escorreu de seu interior. Curioso, o viajante cortou o cantil e viu, para sua surpresa, que o leite havia se transformado numa coalhada branca. O coalho existente no estomago ou parcialmente seco do carneiro havia coalhado o leite, e o resultado dessa operação química foi o que hoje conhecemos como queijo. No Brasil, a indústria de laticínios vem crescendo nos últimos anos a sua produção de queijos, se esmerando tanto na qualidade e diversificação de seus produtos, que os mesmos chegam a copiar todas as características dos mais famosos queijos europeus.

Tirei daqui Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe uma frescurinha aqui pra mim vou adorar, assim que puder retorno a sua visita...Obrigada!
Beijinhus...
Rose!