terça-feira, 30 de junho de 2009

Quiche de Curau

Vi essa receita na Ana Maria Braga, e como sou apaixonada por curau...então imagina só se quiche é bom, curau é bom demais e se juntar os dois fica muito bom... Só que não fiz a massa que ela passou leva amendoim e eu preferi não usar...dai lembrei daquela massinha boa da torta de abacate da Gina...confiram a receita completa nesse link:


Ingredientes da massa:

- 100g de manteiga
- 3 colheres (sopa) de açúcar
- 200g de farinha de trigo
- 1 pitada de sal
- 1 ovo


Ingredientes Recheio:
- 3 xícaras (chá) de leite
- 2 latas de milho verde escorrido
- 6 colheres (sopa) de açúcar
- 2 colheres (sopa) de amido de milho

- canela para polvilhar

Modo de Fazer:

Massa:Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme. Junte o ovo,

continue mexendo,

adicione a farinha até ficar tudo ligado. Essa massa tem uma

textura ótima para se trabalhar. Abra a massa na forma e leve para

assar a 190-200° até ficar levemente dourada.Reserve.

Recheio:Bata tudo no liquidificador por 2 minutos.

Depois coe a mistura numa peneira.Leve ao fogo mexendo sempre
até formar um creme.

Desligue o fogo.
-Preencha as forminhas (reservadas acima) com o creme, polvilhe canela em pó

e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por 15 minutos. Sirva morno ou frio.

OBS: Eu prefiro quente...

aliás tudo o que leva milho verde prefiro quente.

8 comentários:

  1. Olá Rose, que belo doce que fez amiga, me fez lembrar outro parecido que quando era criança minha mãe me fazia, e eu ainda hoje de x em quando faço para "matar saudades"e também ficava bem amarelinho como o seu. adorei e não me importava de provar, beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Ok, ok, ok...
    Agora eu vou ter que ir no mercado comprar milho e fazer essa quiche...hehehe...
    Dá pra colocar uma receita de alguma coisa que eu não gosto para eu não ficar babando? Rs...
    Beijão
    Fla

    ResponderExcluir
  3. Ai que maravilha, vou ter que fazer Rose, isso parece bom por demais. Ficaram lindas!!
    Bjos, Lú.

    ResponderExcluir
  4. É engraçado como a gente não pensa em unir algo que já um prato pronto, de uma forma diferente.
    Curau é tudo de bom, mas como torta nunca me passaria pela cabeça.
    Quentinho, então, nossa!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Flor voce nao acredita ontem peguei todos os ingredientes para fazer o doce de leite mas aí vi que ia ter que ficar muito tempo no fogo e ja estava tarde e acabei desistindo agora to morrendo de lubriguinhas...

    bjosss

    ResponderExcluir
  6. Nossa Rose, que idéia fantástica, querida! Essa quiche deve ser fabulosa... eu adoro curau... =D
    Super beijo

    Mari

    ResponderExcluir
  7. Rose
    Deixa eu te ambientar com o “pernambucanês”? Sabia que o que se chama no Sudeste e Sul no Nordeste é canjica? A canjica de vocês para a gente é munguzá. Eita lelê, que mistura, né? Mas o bom é que tudo muuuito gostoso, seja no Sul, Sudeste ou Nordeste. ;)

    Ei! Eu não seco o vidro do box toda vez que tomo banho! :o
    E é para fazer assim? :o
    Haja trabalho hein, bonita?!?
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Nela, esse doce ficou perfeito...simples mas gostoso...

    Fla, amiga quem sabe um dia...rsrs

    Luciana, faça querida...um sabor hummm...

    Gina, pois é veja só duas coisas simples e se tornam lindas e gostosas...

    Simone, kkkkk...nem leva tanto tempo assim 20 a 30 minutos...

    Mari, eu também amo...quando vi na tv...vixi fiquei doidinha pra fazer...rsrs

    Lidiane, então amiga tens uns nomes diferentes e o pior é que é feito diferente também...kkkkk
    E quanto ao box...minha cunhada é que vive secando o dela e reclamando sempre...então to na maior dúvida...hihihihi

    Bjinhus meninax!!!

    ResponderExcluir

Deixe uma frescurinha aqui pra mim vou adorar, assim que puder retorno a sua visita...Obrigada!
Beijinhus...
Rose!